quarta-feira, 13 de abril de 2016

IBARETAMENSE É DESTAQUE NO DN FALANDO SOBRE OS BENEFÍCIOS DO PILATES

Fazer atividade física é fundamental para a saúde e para o bem-estar do ser humano. Além de fortalecer o corpo, prevenindo doenças, combate o estresse, um dos grandes vilões da saúde. Entre as modalidades de atividade física, o Pilates se destaca pelos inúmeros benefícios, que vão desde o fortalecimento muscular à melhora na respiração.
A fisioterapeuta Alice Magalhães, proprietária do Apoena Studio Pilates (Unidades Meireles e Varjota), elencou seis benefícios principais da prática de Pilates. Ela explica que cada um dos benefícios está relacionado a seis princípios do Pilates: respiração, acionamento do centro de força (músculos abdominais), precisão, controle, fluidez e concentração. Todos atuam sempre juntos, em “sinergia”, para a realização perfeita de um exercício. Confira os principais benefícios apontados pela especialista.
Combate o estresse
O método do alemão Joseph Pilates contempla vários exercícios que obedecem a um ritmo respiratório, o acionamento do centro, e que exigem concentração, controle, precisão e a fluidez nos movimentos. Sendo assim, durante os exercícios, os praticantes adquirem um poder maior de controle sobre o corpo e aprendem a utilizar todos esses princípios, ajudando-os a lidar melhor com situações de estresse, ansiedade e nervosismo.
Melhora a respiração
O indivíduo que tem estresse ou ansiedade constante interrompe a respiração normal, gerando um bloqueio no principal músculo da respiração, o diafragma. Quando usamos constantemente musculaturas acessórias da respiração, ocasionamos sérias compensações, gerando graves problemas: tensões nos músculos cervicais, causando cefaleias de tensão, enxaquecas constantes, dores em geral, disfunções da ATM (Articulação Temporomandibular), problemas posturais e até estruturais. Tudo isso por causa de uma má respiração. Como o Pilates trabalha a musculatura respiratória, é capaz de ensinar novamente as pessoas a respirar, o que é feito pela associação dos exercícios a um tempo preciso de inspiração e expiração. Existem estudos que comprovam que uma respiração adequada ajuda no controle da hipertensão arterial, estabilizando-a e/ou normalizando-a.
Elimina as dores
O Pilates é muito indicado para pessoas com dores, principalmente na coluna como um todo. Existem exercícios que promovem o realinhamento da coluna, o fortalecimento da musculatura postural, trabalhando sempre o fortalecimento da musculatura abdominal e dos estímulos dos músculos estabilizadores. Isso faz com que, naturalmente, deixemos de fazer esforço de forma errada, economizando energia. Aprendendo isso, saberemos como poupar os músculos e as articulações. Os exercícios de fortalecimento e alongamento direcionados para partes específicas do corpo também contribuem para a reabilitação de diversas patologias. Tudo isso sendo adaptado para cada paciente.
Melhora a postura
Joseph Pilates acreditava que a coluna ideal deveria ser ereta. Hoje, sabemos que a coluna possui curvas fisiológicas que devem ser respeitadas para uma maior absorção do impacto e resistência a esforços. Por meio de exercícios de alongamento axial, autocrescimento, isto é, com a coluna alinhada e alongada durante toda a sessão, mantendo a estabilização segmentar vertebral, adquire-se maior força nos músculos que sustentam a lombar, protegendo-a. Isso se reflete naturalmente nas atividades do dia a dia, poupando as nossas articulações, evitando a sobrecarga em articulações e músculos que não devem ser sobrecarregados, usando os músculos que realmente devem realizar aquela ação.
Trabalha os músculos
O grande diferencial do método Pilates é que o fortalecimento muscular é realizado de forma global e não segmentar. Durante os exercícios, ocorre a ativação simultânea de diversos grupos musculares e há uma integração dos músculos principais, secundários e posturais. Todos trabalhando em sinergia, para que determinada ação seja realizada adequadamente. Tonifica os músculos, modela o corpo, deixando-os firmes e definidos. Além disso, as articulações também são estimuladas, ajudando na lubrificação e na produção do líquido sinovial.
Melhora a coordenação
Em relação ao estímulo da coordenação motora, ao conhecimento do nosso próprio corpo, ou à chamada consciência corporal, é um aprendizado sobre como devemos nos movimentar e usar músculos e articulações a nosso favor, evitando as sobrecargas, poupando músculos e articulações com a utilização adequada de toda a musculatura. Por meio do Pilates, também é possível adquirir equilíbrio e melhorar a percepção espacial dos objetos em relação a si mesmo, ou seja, caminha junto com a percepção do próprio corpo e inclui a consciência da postura, do movimento, das partes do corpo e das mudanças no equilíbrio, além de englobar as sensações de movimento e de posição articular. Também vale destacar os exercícios voltados para a melhora da flexibilidade, que são os que enfatizam o alongamento global do corpo. Esse alongamento deve ser ativo, para um melhor e duradouro resultado.

Informação do Diário do Nordeste (DN)