domingo, 3 de maio de 2015

Em jogo histórico, Fortaleza empata nos acréscimos e é campeão cearense 2015

 Fortaleza empata nos acréscimos e é campeão cearense 2015. Ceará e Fortaleza empataram em 2X2 na Arena Castelão neste domingo (3), para 50 mil pagantes

Um jogo eletrizante, de tirar o fôlego do torcedor, de testar o cardíaco. O Fortaleza, na noite deste domingo (3), empatou em 2 a 2 com o Ceará e tornou-se campeão estadual 2015. Com gols de Daniel Sobralense e Cassiano, o Tricolor chegou ao quadragésimo título. Diante de 50.002 pagantes, o torcedor leonino viu a equipe tricolor evitar o penta-campeonato do Vovô.

O jogo
Um primeiro tempo sem muitas oportunidades de gol, mas com o Fortaleza tendo uma marcação forte, enquanto o Ceará mantinha a posse de bola, porém, sem conseguir furar a defesa adversária.
O Tricolor teve a primeira oportunidade de abrir o placar logo aos cinco minutos. Após cobrança de falta, onde a bola caiu na pequena área, o goleiro Luis Carlos tentou segurar, a redonda escapou, Lúcio Maranhão pegou o rebote, mas o arqueiro conseguiu abafar a jogada.
Aos 10, Charles soltou uma pancada de longe, a bola passou perto da meta defendida por Deola. Contudo, o Alvinegro tentava chegar cada vez mais, e foi Ricardinho que tirou o primeiro som de “uh” da torcida, pois o camisa 8 entrou na zona do Tricolor, tirou Tinga da marcação, cruzou para Magno Alves, entretanto, o arqueiro tricolor estava atento e voou na frente de Magnata para salvar o Leão.
O Alvinegro tentava várias jogadas para furar a defesa adversária. Marinho driblou dois defensores tricolores, mas na hora da batida, a bola foi parar na rede pelo lado de fora. De tanto trabalhar jogadas no meio-campo, o gol saiu da defesa. Adalberto conduziu a bola desde a o setor defensivo, lançou para Lúcio Maranhão, que devolveu por cima para Everton, o camisa matou no peito, deu um toque por elevação para Daniel Sobralense, que deu um chapéu em Charles, não deixando a bola cair e abriu o placar.
Na segunda etapa, Ceará entrou com um volume de jogo diferenciado, tentando buscar o gol. Aos 14, em bola cruzada pela esquerda, William não alcançou a redonda, desperdiçando boa chance de empate.
Enquanto o Alvinegro buscava o o tento, Daniel Sobralense aproveitou erro da defesa do Vovô. Depois de driblar dois, o camisa 10 leonino bateu fraco e perdeu uma grande chance de ampliar o placar.
Aos 25, Pio soltou uma bomba de fora da área, a bola tinha endereço certo, porém, Luis Carlos, atento ao lance, deu um tapinha para colocar para o escanteio.
Diante das oportunidades não aproveitadas, com 37 do segundo tempo, Ricardinho chutou, Deola falhou, e o Alvinegro empatou.
O Alvinegro pressionava e, depois de bola em bola cruzada, Assisinho aproveitou levantamento na área e virou o placar. Mas o Clássico-Rei tem suas peculiaridades. E, nos acréscimos, Cassiano empatou o jogo e deu o título ao Leão.
Invasão de gramado
Ao fim da partida, torcedores de Fortaleza e Ceará invadiram o gramado da Arena Castelão e causaram tumulto às pessoas que trabalhavam no jogo. Cadeiras foram quebradas, torcedores pisoteados, a Polícia Militar junto ao Batalhão de Choque controlaram a situação.
O próximo jogo do Fortaleza será na próxima quarta-feira, às 19h30, na Arena Castellão, diante do Coritiba/PR.
Ficha técnica
Ceará 2 x 2 Fortaleza
Local: Arena Castelão
Data: 03/05/2015
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Gols: Daniel Sobralense (30/1º); Ricardinho (37/2º); Assisinho (45/2º); Cassiano (49/2º)
Cartões amarelos: Uillian Correia (14/1º); Ricardinho (23/1º); Charles (44/1º); Daniel Sobralense (44/1º); Lucio Maranhão (7/2º); Pio (16/2º); Deola (36/2º0
Cartões vermelhos: Uillian Correia (19/2º); Maranhão (49/2º)
Público: 51.002 pessoas
Renda: R$ 1.169.467,00
Ceará: Luis Carlos; Samuel Xavier, Gilvan, Charles, Fernandinho (Tiago Cametá); João Marcos (Robinho), Uillian Correia, Ricardinho, Marinho; Wiliiam (Assisinho) e Magno Alves. Técnico: Silas
Fortaleza: Deola; Tinga, Lima, Adalberto, Wanderson; Pio (Maranhão), Auremir, Corrêa, Everton (Vinicuis Hess), Daniel Sobralense; Lucio Maranhão (Cassiano). Técnico: Marcelo Chamusca


Informação da tribunadoceara Por Lucas Matos ;