sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Legislativo: Reeleição em Ibaretama

Resumão da última sessão do ano de 2014 do legislativo ibaretamense, ocasião da votação da presidência da Augusta Casa

Na última sessão do legislativo de Ibaretama do ano dois mil e quatorze (2014), realizada no dia doze do mês doze do ano dois mil e quatorze (12.12.2014), reuniram-se na Augusta Casa, Centro da cidade, Rua João de almeida, os nove representantes do povo. 

Inicialmente foi feita a leitura da ata da sessão anterior, como de costume, onde ficou registrada a ausência do vereador Carliando, e ainda o registro de candidaturas das vereadoras Tereza Carla e Regina Sousa, ambas eleitas no 55 (PSD), à presidência.

Em seguida houve a leitura de um documento, parecer, ou algo do tipo, sobre fidelidade partidária. Na sequencia foi lido um documento sobre a reunião do diretório do PSD escolhendo Carla como única representante do partido na disputa presidencial.

Dando continuidade, também foi lido ofício do PSD orientando a vereadora Regina Sousa a seguir o partido. Dando prosseguimento, foi lido o artigo 58 da CF.

O vereador Igor Cunha fez um requerimento verbal, pedindo ao secretário municipal de esportes, presente na plenária, para que o mesmo realizasse no próximo ano um campeonato esportivo.

Na continuidade, foi dado início a votação, após alguns vetos por parte da presidência, fato esse que causou mal estar entre os pares, a sessão foi paralisada por alguns minutos.

Após o tempo descrito anteriormente, no retorno, o bloco da oposição se retirou do recinto, dizendo em tom acessível aos presentes que iriam à Justiça.

A presidente deu prosseguimento aos trabalhos, em segunda votação com quatro vereadores presentes, estes votando unanimemente em Carla Tereza. Na ausência da 1ª secretária, o vereador Valberleno assumiu os trabalhos.


Em duas votações, Carla Tereza sai vitoriosa, e torna-se a primeira ibaretamense presidente da câmara reeleita na história política local. 

A posse está marcada para o primeiro dia do ano de dois mil e quinze (01.01.2015), quando serão escolhidos, votados, os demais cargos da mesa diretora.


De acordo com o ex-vereador Aldenor Cabra Bom, exímio conhecedor da legislação eleitoral e destacado parlamentar no tocante à atuação dentro do regime interno da casa, a eleição constituiu-se em uma verdadeira aula jurídica: 
"A ELEIÇÃO DA MESA DIRETORA DA CÂMARA MUNICIPAL PARA O BIÊNIO 15/16 FOI UM PRIMOR DE AULA JURÍDICA. TENDO COMO PARÂMETROS A LEGISLAÇÃO ELEITORAL VIGENTE E A CARTA MAGNA BRASILEIRA, 4 DOS 5 EDIS QUE "OPTARAM" POR SUFRAGAR EM ELEIÇÃO ABERTA UMA DAS CANDIDATAS, À LUZ DA LEI, ESTAVAM IMPEDIDOS DE VOTAR E DESCONHECIAM O FATO. A SURPRESA FOI AVASSALADORA E, INFELIZMENTE, ALGUNS LEGISLADORES MOSTRARAM DESCONTROLE EMOCIONAL E NUMA ATITUDE DESELEGANTE, MALEDUCADA E DESRESPEITOSA PASSARAM A DIRIGIR PALAVRAS GROSSEIRAS E INOPORTUNAS DE DESACATO À PRESIDENTA EM PLENO AMBIENTE DEMOCRÁTICO DA CÂMARA BAIXA DE IBARETAMA QUE É JUSTAMENTE O LUGAR QUE MAIS EXIGE BOM EXEMPLO E CONTROLE EMOCIONAL. UMA PROVA PATENTE E LATENTE DE DESPREPARO. LAMENTÁVEL! APÓS A 1ª VOTAÇÃO TER SIDO REALIZADA, OS 5 VEREADORES ABANDONARAM SEU LOCAL DE LABUTA ANTES DA 2ª VOTAÇÃO, EM DESRESPEITO AOS DEMAIS COLEGAS E AO POVO QUE OS ELEGERAM. A VEREADORA CARLINHA - TEREZA CARLA DE FREITAS- FOI DECLARADA ELEITA POR 4 VOTOS CONTRA UM VÁLIDO, EM DUAS VOTAÇÕES SUBSEQUENTES, COMO ORDENA A L.O.M.E NEM DISSO TINHAM CONHECIMENTO. A POSSE SERÁ NO DIA 1° DE JANEIRO DE 2015, NO PAÇO DA CÂMARA MUNICIPAL. BRADAM RECORRER Á JUSTIÇA CONTRA A DECISÃO." Disse Aldenor.