domingo, 12 de janeiro de 2014

PREFEITA DE IBARETAMA PRESTIGIA ENCONTRO DOS "PROFETAS" DA CHUVA


PROFETAS DA CHUVA ´Inverno´ será tardio e com boas precipitações no Ceará

Agora, agricultores e chefes de governos municipais, como o prefeito de Quixadá, João Hudson Bezerra, e a prefeita de Ibaretama, Elíria Queiroz, presentes ao encontro, aguardam a divulgação do órgão oficial do Estado para definirem suas estratégias de assistência ao homem do campo, com programas de aragem de terras e assistência técnica rural. A divulgação da Funceme, que ocorrerá neste nos próximos dias, ainda poderá reforçar o quadro otimista dos profetas da chuva do Ceará.

Durante encontro deste sábado, participantes garantem que os agricultores não devem se desesperar neste ano

Quixadá. As chuvas deverão demorar a chegar no Interior do Estado do Ceará neste ano, mas haverá bom período invernoso. Esse foi o diagnóstico apresentado pela maioria dos profetas e profetisas da chuva no tradicional Encontro dos Profetas da Chuva, realizado no município de Quixadá, no Sertão Central.

Com otimismo, 14 dos 28 participantes desta edição do Encontro, além de outros oito observadores, apontam a previsão favorável superior aos 80% FOTO: ALEX PIMENTEL

Para a maioria dos cientistas populares reunidos neste sábado pela manhã no Parque de Exposições da Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos do Ceará (Acocece), no caminho do Açude Cedro, o agricultor não deve se desesperar neste ano de 2014, e os açudes do Estado receberão boa carga d´água.

Apesar do otimismo de 14 dos 28 participantes desta edição do Encontro, e de outros oito observadores apontarem o período como regular, prevalecendo a previsão favorável, superior aos 80%, o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, convidado e homenageado pela organização do evento, ressaltou a preocupação da presidente Dilma Rousseff com a possibilidade de prolongamento da seca na região Nordeste.

Durante o seu pronunciamento neste sábado, antes da apresentação dos profetas, o ministro afirmou que o governo já está preparado para dar assistência à população nordestina se a estiagem continuar.

O secretário estadual do Desenvolvimento Agrário (SDA), Nelson Martins, foi mais otimista quanto ao inverno do Estado. O gestor espera boas chuvas, mas a divulgação oficial do governo do Ceará, através da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), ocorrerá somente no próximo dia 20 de janeiro. Mesmo assim, a distribuição de sementes, através da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ematerce), começa nesta segunda-feira, dia 13. "O governo do Estado já adquiriu 4 mil toneladas de sementes para os nossos agricultores", enfatizou.


Agora, agricultores e chefes de governos municipais, como o prefeito de Quixadá, João Hudson Bezerra, e a prefeita de Ibaretama, Elíria Queiroz, presentes ao encontro, aguardam a divulgação do órgão oficial do Estado para definirem suas estratégias de assistência ao homem do campo, com programas de aragem de terras e assistência técnica rural. A divulgação da Funceme, que ocorrerá neste nos próximos dias, ainda poderá reforçar o quadro otimista dos profetas da chuva do Ceará.

Entretanto, os organizadores do Encontro dos Profetas da Chuva, o engenheiro químico Helder Cortez e o comerciante João Soares, fazem questão de ressaltar que os participantes não são especialistas em estudos meteorológicos. São pessoas simples, na maioria agricultores, com habilidade para encontrar na natureza os sinais para o prenúncio da quadra invernosa no Ceará, dos meses de fevereiro a maio. O objetivo principal do evento é preservar essa cultura, herdada de pai para filho.

Diagnóstico

Para boa parte deles, até os estudos históricos da pluviometria na região ajudam a prever se o inverno será bom um ruim. Nos anos terminados em numeral 4, sempre há boas precipitações no Ceará. Reforçando esse conhecimento dos profetas da chuva, o engenheiro agrônomo e presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce), José Maria Pimenta, o qual participa do Encontro em Quixadá, desde seu início, apresentou esse diagnóstico para o público. Ele mora em Quixeramobim, município vizinho ao local do Encontro. Está otimista por um bom inverno.

ALEX PIMENTELCOLABORADOR 

INFORMAÇÃO EXTRAÍDA DO Diário do Nordeste em http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1359003 com adaptação na manchete principal e inclusão de foto;