sexta-feira, 31 de maio de 2013

Ibaretama inova na luta contra a aftosa

Ibaretama. Este município não possui um dos maiores rebanhos do Estado, mas a equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Agrário Municipal resolveu articular ações de incentivo à vacinação dos animais contra a febre aftosa. Para mobilizar todas as comunidades numa área de 877 mil Km², o órgão resolveu pedir o apoio de 50 alunos do Projovem Campo. Isto porque os produtores precisam agilizar a vacinação do rebanho.

A meta do Ceará é imunizar acima de 90%. O prazo para compra da vacina é até amanhã. O produtor tem 15 dias para comunicar à SDA. FOTO: NATINHO RODRIGUES


O prazo para compra da vacina termina amanhã. Os pecuaristas terão apenas mais 15 dias para aplicar a dose no restante do rebanho e informar a Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) do Estado.



Segundo o assessor técnico da Secretaria do Desenvolvimento Agrário de Ibaretama, Ednaldo Calixto, a preocupação com a vacinação se acentuou com a situação atípica enfrentada em todo o Nordeste, por conta da estiagem. Embora sem números precisos, houve redução no rebanho do município em razão dos efeitos da seca. 

Porém a própria presidenta Dilma Rousseff anunciou compromisso do governo federal em repor os rebanhos. O trabalho de campo, realizado pelos alunos do Projovem Campo, funcionará como experiência didática para eles. Ao mesmo tempo farão o levantamento real do número de animais enquanto alertam os criadores sobre a importância da imunização. 


Além do apoio dos alunos do programa rural, cadastrando os criadores, a Secretaria Municipal abrirá suas portas neste feriado de Corpus Christi. Técnicos estarão de plantão para esclarecer as duvidas, enquanto uma motocicleta continuará percorrendo as comunidades divulgando a campanha contra a aftosa.



A meta é chegar a pelo menos 97% de imunização do rebanho. “Conforme levantamentos feitos pelo órgão municipal ainda restam 545 criadores aplicarem a dose de vacina em 8.452 bovinos”, acrescentou Calixto. 



O apoio é bem recebido pelos técnicos da Ematerce. O coordenador municipal da Empresa de Extensão Rural, Edvando Maia, considera valioso o apoio dos alunos do Projovem Campo. 

Ele avalia que os jovens poderão convencer os pais da importância em auxiliar no controle da febre aftosa. Muitos ainda resistem por acreditar em malefícios provocados pela vacina nos animais, dentre eles o surgimento de caroços e comprometimento da carne. “Como são mal informados, a melhor maneira para acabar com a resistência é o convencimento familiar”, explica o coordenador local. 


Sobre a mobilização no município, os alunos da rede pública também estão sendo orientados nas salas de aula. Estão levando a lição para casa: vacinar os animais contra a aftosa só traz benefícios para todos. Os animais não ficam doentes e não morrem. Quem consome leite não corre o risco de ser contaminado para a doença e também até a morrer. Quando o Ceará atingir cinco anos consecutivos de vacinação acima dos 80% e 90% no último ano o estado estará livre de barreiras sanitárias. 



O agricultor familiar Antonio Claudio dos Santos concorda com o técnico. Ele mora na localidade de Tabuleiro do Mulungu, a mais de 60Km de distância do Centro de Ibaretama. Cria 50 cabeças de gado. Todos os animais já foram imunizados. Foi um dos primeiros a comparecer no posto da Ematerce para fazer o cadastro. Ele diz que procura cumprir suas obrigações. “Não há porque ter receio ou questionar”, avalia. Para ele, tanta gente não seria mobilizada a toa. Se existe um motivo. “Com certeza é para o bem de todos”, diz. 



O Projovem Campo é um programa de formação escolar rural coordenado pelo Instituto do Desenvolvimento do Trabalho (IDT) pelo gabinete do governo do Estado. 



Em Ibaretama, o programa, o qual recebe o título Saberes da Terra, teve início em outubro de 2012, com duas turmas uma na comunidade de Barreiros, com 36 alunos, e na comunidade de São Francisco, com 26 alunos.



Hoje, o programa se encontra no nono mês, tendo como eixo central a Agricultura Familiar. Neste período, eles estão no eixo da Cidadania, Organização Social e Políticas Publicas. 



Cada aluno recebe a cada dois meses uma bolsa no valor de R$ 100,00, para ajuda de custo. 




Mais informações
Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Ibaretama
Rua Antônio Gomes Nogueira, S/N Centro - Sertão Central
Telefone: (88) 3439.1055


Alex PimentelColaborador

Informação extraída do DN - Caderno Regional em 30/05/2013!