segunda-feira, 25 de março de 2013

Política: Genecias se aproxima de Eduardo Campos e expõe drama do baixo clero


O chamado ''baixo clero'' reúne deputados federais que se sentem discriminados na relação com o Poder Executivo
Por: Redação Web

A pré-candidatura do Governador de Pernambuco, Eduardo Campos, à Presidência da República, em 2014, desperta ciúmes entre os aliados PT e PMDB e expectativa de poder para quem, embora integrando à base parlamentar de apoio ao Governo Dilma Rousseff, não recebe o tratamento que acha merecedor do Palácio do Planalto.
Os chamados deputados do baixo clero - parlamentares com pouca articulação política, que formam uma base quantativa expressiva na Câmara Federal, mas que não recebem muita atenção de ministros e das suas próprias lideranças partidárias, começam a mandar sinais de insatisfação ao se aproximarem do pré-candidato do PSB ao Palácio do Planalto, Eduardo Campos.
Esse cenário de descontentamento fez um grupo de, pelo menos, 20 deputados federais pedirem audiência com o governador de Pernambuco. Entre os deputados federais, está o cearense Genecias Noronha (PMDB), que revela o diangóstico para adotar esse caminho.
''Somos base e recebemos tratamento da oposição", resume o peemedebista Genecias, na coluna Direto de Brasília, com o jornalista João Bosco Rabello, do Jornal O Estado de São Paulo, edição deste domingo. Genecias estará com Eduardo Campos logo após a Semana Santa.

informação extraída de http://www.cearaagora.com.br/noticias/politica/genecias-se-aproxima-de-eduardo-campos-e-expoe-drama-do-baixo-clero